sábado, 31 de março de 2018

Bolachas e a guerra

A essência da guerra é a destruição, não necessariamente de vidas humanas, mas do produto do trabalho humano. A guerra prefigura a forma ideal de despedaçar, lançando na estratosfera ou afundando nos abismos marinhos, produtos que, de outro modo, poderiam servir para dar às massas um conforto excessivo, e por conseguinte, a longo prazo, torná-las excessivamente lúcidas. Mesmo que o armamento não chegue a ser de facto destruído, o seu fabrico, ainda assim, ocupa, na prática, forças de trabaho sem nada produzir que possa ser consumido.
1984 - George Orwell

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá aí a tua opinião