domingo, 10 de maio de 2015

Bolachas e as memórias do baú

Encontrei o D.A. no outjazz. Falamos 2 segundos e seguimos em frente. Está mais alto e continua giro. Fez-me lembrar daquela vez que tive de me esconder em casa dele: uma história tanto hilariante como patética. Ainda bem que assim foi, eu não fazia ideia no que me estava a meter.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá aí a tua opinião