terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Bolachas e a palhaçada #5

Cheguei às 6 da manhã à faculdade. era a terceira da fila. fui atendida quase às 10h . Não me resolveram o que eu queria porque "este semestre é diferente".
E ainda deixei o cachecol lá

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

domingo, 26 de janeiro de 2014

Bolachas no Alentejo

Sou rapariga do norte, sempre o fui. Mas descobri a felicidade à volta de uma lareira no Alentejo mais puro.
E estrelas, muitas estrelas. 

Bolachas na A2

A meio da A2, quase 300 km depois de ter-mos iniciado a viagem
Ele: Apagas-te a luz do candeeiro?

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Bolachas e a palhaçada #3

Depois de eu me ter revoltado e ter arranjado um esquema para conseguir apresentar o meu projecto hoje e mesmo assim ter perdido uma manhã inteira, a minha prof. não me disse nada de novo e o outro professor que me estava a avaliar não criticou nem elogiou.
Tendo em conta que ele critica tudo, fiquei confusa.
E depois perguntei o que ele tinha achado realmente "podia estar melhor" e um sorriso. Só isto. Pelo que continuei confusa.

Bolachas e a palhaçada #2

Pede 30mil paineis em A1 que me custam os olhos da cara durante o semestre todo e não se cala com isso.
No dia do exame lembra-se que também quer uma folha sintese em A3. 
Repito: NO DIA DO EXAME.

Bolachas e a palhaçada #1

Eu chego mais do que a horas ao exame (que funciona por apresentações).
Em vez de ser por ordem de chegada, como sempre foi, a minha prof. inventa uma ordem qualquer estúpida que também inclui ordem alfabética*. 
Eu fiquei pro fim.**

*Começa a apresentar o grupo da primeira pessoa com a letra A. Depois o grupo da pessoa com a letra a seguir.
**O meu grupo para além de ser uma rebaldaria a primeira pessoa começa por I.
***São grupos de um trabalho do inicio do semestre e que nada tem a ver com o trabalho actual. 

domingo, 19 de janeiro de 2014

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Bolachas e quem vê novelas cá em casa

Oiço a televisão acesa na sala, percebo que está a dar uma novela portuguesa e penso "ninguém cá em casa vê novelas". desço as escadas a pensar que alguém se esqueceu da televisão acesa.
Deparo-me com o meu cão sentado no sofá a olhar atentamente para a televisão.

Bolachas e os paineis A1

Faço os painéis todos.
Percebo que me esqueci de indicar as escalas.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Bolachas em carcavelos

Bolinhas de sabão sobre a praia.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Bolachas com pipocas

É a primeira vez que desenvolvo um projecto em Auto-Cad. É muito bom e fantástico e bastante mais fácil do que fazer tudo à mão.
Mas estou à horas seguidas no computador.
Acho que fritei a pipoca.

Bolachas no inferno

Os lugares mais tenebrosos do Inferno estão reservados àqueles que mantêm a neutralidade em tempos de crise moral.
Inferno - Dan Brow
(originalmente de Dante)

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Bolachas com cerveja

(a ver uma cena onde a personagem deixa a cerveja em cima da mesa para ir ter com uma rapariga)
Eu: Tu nunca deixarias uma cerveja só para ires ter comigo.
Ele: Pois não. Tu estás ao lado a beber cerveja também.

Bolachas e LotR

Se o Gandalf tivesse pedido ao Sam para destruir o anel em vez do Frodo, tinham o assunto resolvido em muito menos tempo.
Até porque no final quem destrói o anel nem é o Frodo. Nem o Sam. 

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Bolachas e as coisas guardadas

Eu gravava mensagens. Quando me diziam coisas inesperadamente bonitas, eu grava-as. eu tinha uma certa necessidade de guardar aqueles bocadinhos com medo de me esquecer.
Deixei de o fazer. Não tenho uma única mensagem tua guardada, não tenho aquela sensação de que é tudo um castelo de cartas. Tenho sim guardados papeis, bilhetes, memórias. Mas não mensagens. Tudo aquilo que tens para me dizer dizes-mo a mim em pessoa e isso, eu nunca esquecerei.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Bolachas à tarde

Eu: Mas não podemos chegar muito tarde a casa.
Ele: Oh, não chegamos. Saímos daqui à tarde.
Eu: Mas são 15h! Já é de tarde!
Ele: Não é nada de tarde
Eu: Então é de tarde a que horas? Às 5 da tarde?
Ele: Sim. Só às 5 da tarde.
Eu: Deixa-me adivinhar... Porque são 5 da tarde?
Ele: Exactamente. 

Bolachas na lagoa de albufeira

Nesta passagem de ano não fiz promessas, não pedi desejos, não acendi velas.
Tenho aquilo que sempre quis.
sangria de frutos vermelhos.
(e a ti. tenho-te a ti)