segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bolachas e os apliques

Discutimos coisas de gajas, roupa, rapazes, pormenores, livros, filmes (...) mas aquilo que realmente choca as minhas amigas é a casa do rapaz não ter candeeiros no tecto, e sim na parede.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Bolachas e as fotografias

Olho para as fotografias expostas no meu quarto e penso "porque é que isto ainda está aqui?", tiro-as e olho para trás, datam 2010. 
Não deixo de as achar boas fotografias, não deixo de lhes perceber o sentido, mas as pessoas mudam, e como crianças que fomos e crescemos, deixam de "servir".

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Bolachas e o antidoto

Amor é uma dedicatória na primeira página do livro de quem nunca escreve dedicatórias.

Bolachas canadianas

Ele: Mas como é que vocês gostam de conduzir carros manuais? Isso não dá jeito nenhum!
Eu: Claro que dá!
Ele: Mas depois não tens as mãos livres para mandar mensagens, atender o telemóvel (...)
A mãe dele: Mas não é suposto fazeres isso enquanto conduzes!

domingo, 18 de agosto de 2013

Bolachas e a conversa

Ele: Vamos ter a conversa
Ele1: Vamos lá então
Ele: É assim, por muito que nós gozemos, ela é a nossa pequena. Por tanto, é para ter cuidado e não a magoares. Se o fizeres, claro que não te vou bater, tu és mais alto que eu, mas fica o toque.
Ele1: Mas vocês são mais.
Ele: Mas compreendes? Que isto não crie atrito nenhum entre nós.
Ele1: Sim, sim, compreendo. Eu faria o mesmo.

Bolachas e o concerto

Percebes que não te calas com o concerto dos A7x quando tanto os teus amigos como o teu namorado te oferecem um bilhete.

sábado, 17 de agosto de 2013

Bolachas e batatas

Dia do meu aniversário de manhã: acho que apanhei uma intoxicação alimentar.
e olhem que nunca tinha apanhado nenhuma.
e não comam batatas fritas nas festas do mar em Cascais. NÃO COMAM.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Bolachas e os condutores sóbrios

Estou a organizar a minha festa de anos. Alguém tem de levar o carro.
Está-me cá a parecer que não vou beber no meu próprio aniversário.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Bolachas, tens cá disto?

Evaristo: E quando é que te vais embora?
Eu: Amanhã.
Evaristo: Não vais não, que eu não deixo!

Bolachas de mostarda

Mostarda é ketchup amarelo.

Bolachas e o Livro

Se namorares comigo dou-te um pombo, cem escudos e um livro.
Livro - José Luís Peixoto
é daqueles livros que se recomenda vivamente.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Bolachas hospitaleiras

Acabada de chegar a Lisboa, vinda de um voluntariado em Barcelos, um senhor muito atrapalhado pede-me ajuda nos comboios. diz-me que vai para o Cacém, estação anterior à minha. Digo-lhe isso mesmo e ofereço-me para o acompanhar. Falamos durante a viagem que durou uns 45 minutos. Não faço ideia do nome dele; nem ele do meu. Isto só prova que não precisas de ir para campos de férias, andar em grupos de jovens, ser católica ou acreditar em fadas para ajudar. Basta olhares com atenção. Basta isso.