segunda-feira, 15 de abril de 2013

Bolachas nesta morada

Não me limito a ser levado pela corrente. Deixo para trás a vida inútil, feita de palavras sem nenhuma realização. (...) Sou um homem porque ajo. Antes disso não passada de uma voz.
Desconhecido Nesta Morada - Kathrine Kressmann Taylor

2 comentários:

Dá aí a tua opinião