domingo, 12 de agosto de 2012

Bolacha por Bolacha

Um por um.
Tu despediste-te um por um, sem te esqueceres de ninguém e ainda fizeste questão de ir procurar quem faltava. Via-se o esforço que estavas a fazer para não chorar, via-se isso através daquele sorriso triste que tinhas. E eu ali, eternecida a olhar para ti. 
É de valor aquilo que fazemos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá aí a tua opinião