segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Bolachas na sociedade-original

Depois disto, agora fizeste uma tatuagem do género desta.
Está muito bonita e desta vez tiveste a decência de não dizer que foste original. Mas não foi isso que me chamou à atenção. 

Há uns anos atrás era fixe ter destas tatuagens/piercings. Aliás, era uma cena bué alternativa ter qualquer uma delas. E até ter 2 furos na mesma orelha era alternativo. Os tempos evoluem e toda a gente faz furos nas orelhas - inclusive eu, que tenho 4 dum lado e 1 do outro - acho bem, é giro, eu gosto e não estou a criticar. Pessoalmente nunca fui fã de tatuagens, claro que gosto de algumas que acho que ficam bem - coisas discretas - mas sempre tive aquele pensamento de que "um dia vou ser avó e não me estou a ver a ser avó com uma tatuagem" - chamem-me velha, chamem-me o que quiserem. Eu sou assim e não há nada a fazer. Para mim as tatuagens eram uma coisa de gente com muita coragem e com um certo estilo que me fascinava, não é esta rebaldaria em que toda a gente faz tatuagens por tudo e por nada. "Ai e tal, vi uma imagem no tumblr muito linda, apaixonei-me por aquilo e pumbas, vou fazer!" Que é o que acontece agora na maior parte das vezes. 
Já nem digo que falta originalidade, até porque nos tempos que correm originalidade é uma coisa difícil porque cada vez mais a internet divulga e as pessoas partilham ideias e toda a gente quer ser original, fazendo assim com que ser original seja banal. Já nem digo isso. 
Digo sim que falta personalidade naquilo que fazemos, que falta algo de nosso em cada trabalho, em cada desenho. Talvez por isso eu me sinto mais feliz quando me dizem que eu tenho um estilo meu e  não que sou original. Talvez por isso quando me dizem "vê-se logo que foste tu que escreveste" a minha felicidade atinge o seu auge. 
Não, este não foi um post a falar mal da tua tatuagem - até porque está bonita - este foi sim um post sobre a nova sociedade em que vivemos, onde tudo se partilha e isso é bom, mas perdemos a nossa essência. 

2 comentários:

  1. eu tenho duas tatuagens (não digo não a uma terceira) e imagino-me sim, uma avozinha com tattos :D quando lá chegar, já vai ser "normal"!!

    ResponderEliminar
  2. Sim, talvez. Mesmo assim, eu sempre me imaginei como aquela avozinha simpática e sempre a cozinhar ahahah

    ResponderEliminar

Dá aí a tua opinião