segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Bolachas para pensares

Fazeres-me um elogio e depois retirares o que disseste é das piores coisas que já me fizeste.
E detesto quando te pões com essas coisas de que tu és muito maturo e muito inteligente. Até parece que és um génio e, lamento, mas não és. Por isso, tem lá mais calminha quando falares comigo, que eu não te fiz mal nenhum, aliás, até "esqueci" muita coisa. 
Funciona um pouco como a história do papel, uma vez amachucado não volta ao inicial por muito que tentemos.
Pensa nisso...

2 comentários:

  1. Nunca mais fica igual.. é um facto.

    ResponderEliminar
  2. Essa metáfora foi usada uma vez num dos campos de voluntariado, e um dos meus melhores amigos está sempre a usa-la em relação à confiança. E faz todo o sentido .

    ResponderEliminar

Dá aí a tua opinião