sábado, 29 de outubro de 2011

Bolachas e as princesas

Ela:A tua irmã é a Branca de Neve, a tua prima a Pocahontas e tu a Cinderella.
Eu: Ela é a Branca de Neve por ser muito branca, a T. por ser morena, e eu? que saiba não sou loira.
Ela: Mas fazes as coisas da casa.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Bolachas na crise

Devido à crise temos todos que poupar.
Aqui vai um conselho: antes de te apaixonares certifica-te que a pessoa em questão é da mesma rede que tu.

Bolachas baralhadas

NADA te dá o direito de me baralhares assim. NADA

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Bolachas e il album da disegno

15 desenhos no diário gráfico para a próxima vez que entregar. Faltam-me 15 desenhos. e não tenho ideias
estou feita

Bolacha Maria com maquilhagem

A maquilhagem faz-te parecer mais bonita por fora, mas isso de nada vale se fores feia por dentro. 
A não ser que a comas claro.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Bolachas e frases-que-não-são-minhas-mas-na-altura-tiveram-imensa-piada #23

"Hoje aprendi muito sobre "amar o próximo"... Não me amas? PRÓXIMO!"
lá está!

Bolachas com estômago

Eu vejo a anatomia de Grey à hora de almoço. 
Isto sim! É que é ter estômago!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Bolachas distraidas

Existem pessoas más e existem as distraídas.
'tas em qual?

Bolachas da areia

(...) E ele é um da gente, um do grupo. A gente não pode fazer isso...
-Mas é a lei, filho...
-Morrer?
Capitães da Areia - Jorge Amado

domingo, 23 de outubro de 2011

Bolachas com gosto

Eu gosto de música celta, de rock, de metal, de clássico, de rap, de grunge, de reggae, de hard rock, de livros lamechas, de histórias de encantar, de histórias de revolução, de Jorge Amado e mais um monte de autores, de Harry Potter, de One Piece, de dança contemporânea, de ballet, de voluntariado, de crianças, de adolescentes-que-parecem-crianças e de adolescentes em si. Gosto de desenhar, de pintar, de riscar, de atirar tinta e de correr pela sala de aula quando não devia, também gosto de café. E do Verão, e de frio. Gosto de recordações, fotografias, memórias, cartas e poemas, puzzles, séries, filmes. De história, geografia, matemática e geometria. Gosto de coisas com lógica num mundo onde poucas vezes a há. Gosto de humor-negro, e dos outros também. Gosto de dormir acompanhada, e sozinha. Gosto de Amesterdão, Lisboa e Coimbra, e Barcelos também. Gosto de cor de laranja, e amarelo. De projetos e de organização. Gosto de português bem escrito, de surpresas, reencontros, comboios e bilhetes. 


E gostas de mim? Como se fosses o meu livro preferido. Oh, vai passear!
Ah pois é companheira...

Bolachas liberais

E por vezes tens que abrir a mão e deixar voar, voar, voar...

sábado, 22 de outubro de 2011

Bolachas e os jantares

Vós sois (quase) todos pessoas com bastante massa, eu sei. Embora muitos ainda não tenham sentido isso na pele, a verdade é que são tempos de crise. Eu não teria coragem de pedir aos meus progenitores dinheiro para sair à noite como vocês fazem, não agora. Houve várias ideias, algumas mais caras que outras, mas em vez de tentarmos sempre ir pelo mais barato não, vamos sempre pelo mais caro que pode ou não ser divertido. a última vez que fui a Lisboa com um grupo parecido e com alguns membros em comum acabei a andar de um lado para o outro enquanto que o organizador estava noutro planeta literalmente porque encontrou uns amigos. Foi à dois anos e nunca mais me esqueço. Se o teu intuito é ir para lá para fazeres a mesma coisa avisa-me antes, eu fico em casa. 
No fundo só queremos estar todos juntos não é? Para quê complicar?

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Bolachas e frases-que-não-são-minhas-mas-na-altura-tiveram-imensa-piada #22

Dear karma, I have a list of people you missed.

Bolachas e a paparoca

"Um dia os pobres não terão nada para comer senão os ricos"

NHAM NHAM

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Bolachas desmotivadas

A falta de interesse na escola é geral.
Desde o inicio do ano que ainda não vi ninguém realmente motivado com a escola/universidade. Aqueles que foram para o ensino superior mostram-se desiludidos com o curso que outrora escolheram. Claro que nem todos entraram na sua primeira opção, e aí compreende-se, mas mesmo os que entraram dizem que aquilo não é o que esperavam. No secundário acontece o mesmo. Fizemos as nossas opções de 12º ano - em que, em artes, não há opções - e todos mostram-se um pouco desmotivados para trabalhar. A meu ver é só uma questão de tempo, em breve iremos trabalhar coisas mais giras, relativamente mais interessantes, mas por agora o interesse geral é mínimo. (Sinceramente a disciplina de que estou a gostar mais é a única que não sou avaliada, e dizem-me que é por isso mesmo, talvez seja.) A minha professora de desenho/oficina de artes está à beira de um colapso nervoso. Descobriu que nós nunca demos rosto, matéria que deveríamos ter dado no 11º ano, também descobriu que ninguém tem aquele jeito especial para o desenho - aquilo que toda a gente acha que temos, mas que na verdade não temos e que percebem isso assim que olham para os nossos diários- também descobriu que nós não tivemos 10º ano - porque a professora era burra que nem uma porta e doía-lhe as costas quando abríamos a janela - e descobriu também que nós desenhamos ao nível de um 10ºano fraquinho como ela diz. (que motivante!)
E pronto, e uma pessoa fica triste quando ela diz este tipo de coisas.

Bolachas e frases-que-não-são-minhas-mas-na-altura-tiveram-imensa-piada #21

"O Agosto veio passar cá férias no Outono" e ainda bem, pois se é para andarmos pobres e descalços, que sejamos um país tropical.
por Luzes, neste blog

domingo, 16 de outubro de 2011

Bolachas irónicas

tiveste em Portugal, mais concretamente aqui, e nem disseste nada?


obrigada

Meia Bolacha

Se por um lado não quero que te agarres, por outro não quero que te percas de todo. Meio termo 'tas a ver? Devia ser assim. Estou mal habituada, culpa tua que me habituaste mal. Eu sei que é a novidade toda e tal, mas se não fizer nada agora corro o risco de perder certo? Ou isto é ser racional de mais? Já nem sei, para ti tudo aquilo que faço é racional - oh wait - quase tudo e quando tento ser emotiva não funciona. Posso até dificultar um bocado, mas olha que tu também não me facilitas a vida. É tudo um bocado ilógico sabias? Complicado até. Tu complicas a achar que simplificas e eu faço o mesmo. Somos uns complicados no final das contas, a sério, acredita naquilo que te digo.
Então e como é que estamos? Bem obrigado. Não era isso, esquece .

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

BOOOOOOOLachas

"-LOOOOL, mas que granda TRAÇO PONTO TRAÇO! fiquei mesmo OMG!"

querida, caso não tenhas dado conta, estás a falar, não a escrever
e isto é (sur)real. 

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Bolachas sem saber o que dizer

Nem sei o que te diga. Sê Feliz (?) chega?

(gostava de saber quem ele é, à se gostava)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Bolachas repetidas

"A história pode-se repetir, mas as pessoas não voltam ao passado"

Cookies, remember?

remember this ?

domingo, 9 de outubro de 2011

Bolachas e frases-que-não-são-minhas-mas-na-altura-tiveram-imensa-piada #20

"Ele morreu! Ele está morto, está morto... (choro). Ah espera, o coração dele é no lado esquerdo. Ele está vivo! Ele está vivo, está vivo!"

Bolachas dibertidas

Eu sei que te estás a divertir. E sinto-me aliviada por isso. 


Mas bem que arranjavas tempo para mim amiguinho.

sábado, 8 de outubro de 2011

Bolachas e as novas tecnologias

Percebo que as novas tecnologias dominam o mundo quando vou ao google procurar "truques" para desenhar transparências e só me aparece coisas para desenhar em programas.

Bolachas e as mentiras universais

Mentiras universais

Eu não estou bêbada(o)!
Não te vou magoar
Vamos ser só amigos...
Ele(a) é só um(a) amigo(a)
Perdi o teu número
Preciso de tempo para mim própria(o)
Amanhã começo a dieta!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Bolachas polares

Os ursos polares estão a ficar sem gelo (segundo a national geographic ), o meu pai arranjou a solução: pega-se nos ursos polares e leva-se para o pólo sul.

-E os pinguins?
-Melhor ainda, têm carninha!
-Mas depois ficamos sem pinguins
-O que não falta são pinguins!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Bolachas e frases-que-não-são-minhas-mas-na-altura-tiveram-imensa-piada #19


"A casa dos segredos lembra-me o IKEA, eles armários e elas fáceis de montar"

Bolachas - Lisboa

Conselho: Nunca marcar o número de alguém com o nome e a cidade, isto porque pode haver mais pessoas com o mesmo nome, na mesma cidade e que tu conheças.
Veredito: Mais de metade da população marcada no meu telemóvel está com o nome e a cidade. 
Resultado: Alguém recebe os parabéns mais cedo do que devia. 

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Bolachas e tu-devias-ler-o-meu-blog

"Ela não te vai falar no facebook e dizer que sentiu a tua falta. Provavelmente irá entrar e sair de 10 em 10 segundos, até que tu lhe digas alguma coisa. ela também não te vai estar sempre a ligar ou a mandar mensagens - tem medo de se tornar chata - mas se ela responder às tuas, considera-te com sorte.
ela não vai chegar do nada e abraçar-te à frente de todos os teus amigos, vai esperar até que no meio da conversa tu apenas... passes o braço pela cintura dela com certo carinho. Ela não vai estar sempre a seguir os teus passos, nem vai estar sempre a olhar para ti, mas quando precisares mesmo, ela irá ser a única que tu vais encontrar com um ombro para chorares, e no fim não vai querer nada em troca a não ser o teu bem-estar.
Quando chegar a hora da despedida, dá-lhe um beijinho na testa. E se ninguém à volta estiver a ver, sussurra-lhe palavras ao ouvido. E olha! Olha bem nos olhos dela, porque vão estar radiantes!
Mas não esperes que ela diga que te ama, porque ela não o fará.
Provavelmente a única maneira de ela o demonstrar é gozando contigo a dizer que nunca viu ninguém tão chato como tu, mas depois vai rir-se... E se ela fizer isso, parabéns, acabaste de ganhar o coração dela."

Bolachas imaginárias

tenho que fazer 10 esboços de cidades imaginárias para amanhã.
estão a ficar uma coisa L-I-N-D-A, ou então não

domingo, 2 de outubro de 2011

sábado, 1 de outubro de 2011

Bolachas estúpidas #2

(...) mas não consigo ser má para ti.
fogo pah

Bolachas estúpidas

Eu não sou estúpida sabes? Aliás, até sou bem mais perspicaz do que te convém ficas a saber.
Eu desconfiei, tu negas-te NA MINHA CARA e nunca mais falamos do assunto. Depois disseste qualquer coisa alusiva a isso, mas não passou daí e, como tínhamos discutido à pouco tempo não alonguei o assunto, mas eu sabia que me estavas a esconder alguma coisa. E depois vem ela, e diz-me que há coisas que eu não sei, e eu volto a desconfiar disso, porque fazia sentido, e tudo encaixava. Mas não pude te perguntar, porque o menino decidiu tirar férias e eu, como salvadora-da-paz-idiota-como-sou, não te quis arranjar chatices. Nesta confusão toda a miúda publicou aquilo e eu TIVE A CERTEZA que era para ti, como que a confirmar tu comentas. 
é gozar comigo não é?

e acabo a contradizer-me: eu sou realmente muita estúpida