quinta-feira, 16 de junho de 2011

Bolachas destinadas

Ela disse-me que acreditava em destino, eu ripostei e disse que não acreditava em nada disso. Amor-para-sempre, destino, almas-gémeas (...) nada disso. Não me venham cá com coisas de "está destinado" "é o destino ficarem juntos" e patati-patatá, epah.. não colaa! 
Desde quando é que é destino o raio de uma porta estar trancada no preciso momento em que dava jeito que estivesse trancada? Eu chamo-lhe sorte, coincidência,qualquer coisa mas não destino. 

E não me lembrava desta história à imenso tempo, as coisas de que me fazes lembrar... Parece mais bonita do que na verdade é

6 comentários:

  1. patati-patatá, acho piada ao destino, e as coincidências

    ass: vicente

    ResponderEliminar
  2. destino é pura coincidência. As coisas são imprevisíveis simplesmente.
    e estás desculpada mécia ahah

    ResponderEliminar
  3. estás a afirmar que coincidencia é o mesmo que destino ao dizeres que destino é pura coincidência, ta ?
    E falares comigo só te faz bem.

    pela Mé

    ResponderEliminar
  4. concordo com a mécia xD

    *vicente

    ResponderEliminar
  5. fiquei confusa xD disse que destino não havia, o que há é coincidências.

    ResponderEliminar

Dá aí a tua opinião