domingo, 15 de maio de 2011

Bolachas banalizadas

Reparei agora que o blogger me apagou um post, que eu até gostava muito. portanto, vou voltar a postar a mesma coisa. e tu oh blogger, NEM TE ATREVAS a apagar isto de novo. Estás avisado :D

"Usamos e abusamos da palavra “amigo”, passamos a vida a fazê-lo quer queiramos quer não. Conhecemos alguém e passado o primeiro minuto já o chamamos de “amigo”. Sim, porque não os queremos chamar de “conhecidos”, que isso soa mal e faz-nos ficar mal vistos. É como no Facebook, basta mandarem-nos um pedido e zás “X e Y são agora amigos”.
Banalizámos essa palavra e então tentamos arranjar outra palavra ou expressão, para descrever aqueles que estão acima dos “amigos”, assim surgem os bff’s.
 Com o passar do tempo, vamos riscando pessoas da nossa lista dos “amigos”, porque eles têm atitudes que nós não consideramos como sendo dignas de um “amigo”. Riscamo-las não por culpa deles, mas por nossa própria culpa, nós é que transformámos um mero conhecido num amigo. A culpa é toda nossa, porque “são estas as pessoas a que chamamos de amigos”. Tenho a certeza que, se separarem os amigos dos conhecidos, e se os começarem a contar, dificilmente vão precisar dos dedos dos pés. "
by Sara Franco

Em jeito de completar aquilo que ela disse, acrescento:

E a palavra "amigo" está tão banalizada quanto a palavra "amo-te" . Simplesmente já conhecemos tanta gente e a vida é tão inconstante que temos quase que necessidade de usar ambas as palavras só para nos sentirmos como quando estamos aninhados, confortáveis. Eu evito-as assim como evito cair mas às vezes é inevitável tudo porque nos magoamos com elas, quando realmente percebemos que não passam de palavras. As pessoas deviam fazer os mesmo, deviam acabar com estas coisas das ilusões e dos "para sempre", talvez até seja verdade mas um "para sempre" torna tudo mais difícil, porque o "para sempre" é uma promessa e, sabe-se lá quantas promessas já foram quebradas. Talvez não por culpa de alguém mas por culpa de toda a gente. E no fim acaba tudo magoado. Acaba com as ilusões, porque se não te iludires e pensares "isto pode durar só até 5ª feira" quando chega à sexta estás surpresa. e não há nada melhor do que surpresas
Usa as palavras com jeitinho.

1 comentário:

Dá aí a tua opinião