sábado, 12 de março de 2011

Bolachas e as carteiras

Detesto generalizações, mas vou fazer uma, e bem grande:

Carteira de mãe -> papeis, talões, descontos, B.I., cartões de todas as lojas possiveis e existentes, fotografia da mãe, fotografia do pai, fotografia do marido e dos filhos também. Em casos extremos, fotografias dos afilhados e por ai além. No compartimento das moedas, além destas, consta também um comprimido para o caso de ter dores de cabeça. Quando está na caixa do super-mercado a fim de pagar a conta, fica meia-hora á procura do cartão de crédito/multibanco, tudo porque a carteira está uma confusão. E essa carteira está dentro da mala que também está uma confusão autêntica.

Carteira de avó -> parecida com a carteira da mãe, mas um bocado mais organizada. Isto porque, após tantos anos a perder tempo á procura do cartão de crédito/multibanco, chegou á conclusão que se for mais organizada, aproveita mais o tempo. Mas mesmo assim... é só papéis!

Carteira de pai -> simples. sem confusão. Cartão do trabalho, B.I., cartão de crédito/multibanco, notas e algumas moedas. A típica carteira preta/castanha que se abre ao meio. Talvez uma lembrança que o filho tenha feito em pequeno, mas como que "escondida", para não se perder.

Carteira de avô -> igual á carteira do pai, mas com fotografias dos netos e um pouco mais de cartões que se acumularam com os anos. Mas nada em comparação com os cartões que a mãe guarda na carteira!

Carteira de criança (rapariga) -> carteira de criança. geralmente cor-de-rosa e a dizer barbie. No compartimento das moedas podemos encontrar um anel de plástico, um cêntimo que a criança encontrou no chão e, um cartão de plástico, não interessa bem do que é, mas serve para fingir de cartão de multibanco quando brinca ás casinhas.

Carteira de criança (rapaz) -> eles simplesmente não tem carteiras quando são crianças. 

Carteira de adolescente (rapariga) -> talões da papelaria da escola. cartão da escola. fotocópia do BI, ou o próprio. Cartão verde para o comboio/metro . calendário pequeno. moedas, não muitas, mas algumas. comprimido para dores de cabeça. papeis que na verdade são recordações, ou simplesmente um pedaço de caderno a dizer "adoro-te" ou outra frase típica que uma amiga escreveu e guardou na carteira.

Carteira de adolescente (rapaz) -> cartão da escola. fotocópia do BI, ou o próprio. Cartão verde para o comboio/metro, preservativo para o caso de alguém ir verificar a carteira deles e parecer responsável, moedas, que também não são muitas. um papel qualquer que guardou por algum motivo, mas simplesmente já não se lembra qual.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá aí a tua opinião