sábado, 18 de dezembro de 2010

Bolachas com a retrospectiva do ano e açúcar

Aconteceu muita coisa, mudou muita coisa.
Perdi amigos, ganhei novos. Apaixonei-me e desapaixonei-me com a mesma rapidez. Conheci novas cidades, fui a sítios inesquecíveis. Fiz coisas que nunca pensei fazer, fui feliz e julguei que estava perdida. Chorei pelas três razões possíveis: alegria, tristeza e raiva. Tive saudades e matei-as. Prometi a mim mesma que não voltava a fazer o mesmo e fiz. Chateei-me e resolvi. Gritei com alguém e comecei a rir-me logo a seguir. Fiz algo por impulso e arrependi-me. Não deixei me levar pelos impulsos e arrependi-me na mesma. Fiz alguém feliz, mas também levei alguém á loucura. Fiz-te pensar melhor e perceber que talvez eu tinha razão. E o mesmo aconteceu ao contrário. Conheci bandas, conheci culturas e mudei os ideais de alguém, mesmo que inconsciente. Fiquei marcada por algo que não fiz, fui criticada mil e onze vezes, percebi aquilo que te ia na alma e tive vontade de me rir. Chamei-te previsível, porque o és, e deixei-me ser enganada porque simplesmente gostava da sensação. Acreditei em magia e pensei que talvez ela não existisse. Fiz silencio, mas também fiz uma festa em honra de alguém. Percebi que cresci, que cresces-te e, risquei muita coisa da minha vida, porque eu não apago, apenas risco, para um dia mais tarde conseguir ler e, evitar os mesmos erros.

acho que foi um ano em cheio, quero mais assim. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dá aí a tua opinião