sexta-feira, 6 de julho de 2018

Bolachas no sítio, coração nas nuvens

À Caty,
mulher mais aventureira que conheci na vida. Coração leve como mais nenhum, aberto às experiências da vida, sem julgamentos, sem preconceitos. Cabeça no sítio certo mas coração nas nuvens.

Bolachas Barradas

Alguma vez vos contei que durante a entrega dos diplomas da queima das fitas no ano passado o presidente da A.E. se enganou a ler o meu nome do meio?
Não se enganou no nome alemão da rapariga antes de mim, mas o meu foi ao lado.

Até hoje os meus amigos gozam com isso.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Bolachas e a triade celta

Há uns 8 anos usava um colar, usei-o todos os dias durante mais  de 4 anos.
Encontrei-o na sexta, pus e não voltei a tirar ainda.

As coisas voltam a servir com os anos

terça-feira, 3 de julho de 2018

Bolachas e o meu ex

Eu falo do meu ex-namorado no dia-a-dia: histórias em que ele aparece por exemplo.
Muitas pessoas já me disseram que isso é estranho (porque acabamos há mais de um ano), mas eu continuo a falar. Porque ele não morreu, só não funcionou. Porque foi bom enquanto durou, e recuso-me a apagar 4 anos da minha vida. Quê? Salto do primeiro ano da faculdade para o último? Tudo doido.

Eu não o esqueci, eu ultrapasseio-o.
Acho que é essa a diferença que aparece com a maturidade: ultrapassas as coisas.
Eu ultrapasso os meus fantasmas falando deles, sempre foi assim.

Irónico que com tanta falta de maturidade dele, eu ganhei mais. Ou pelo menos é o que eu acho. Talvez não.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Bolachas e a review final

Ainda acerca do meu champô sólido do qual falei nestes dois posts: go green e isto é magia,

Acerca dos plásticos: Já quase não há plásticos inuteis cá em casa. Nem vos consigo explicar o alivio que senti por perceber que realmente podia fazer alguma coisa em relação ao planeta.

Acerca do meu cabelo: Pontas fechadas, bonito e saudável. Eu fazia cronograma capilar e realmente resultava, mas era uma chatice ter tudo mega planeado e ter de seguir aquilo quase como uma dieta. A certa altura cansa. Ora, quando comecei a usar este champô, deixei de precisar do cronograma. Tal como eu disse: parece magia . (esta parte é a pensar em ti Mariana). Ah, e não preciso de amaciador sequer! (e o meu cabelo fazia nós que era um mimo...)

Acerca do preço: 5,90 cada champô. Já lá vão 2 meses (eu comecei a usar no início de maio) e ainda não acabou (apesar de estar no fim, mas ainda dura). Eu antes usava o champô da Garnier (a embalagem normal custa 4 euros) e não me durava tanto. Para além que tinha de usar ou amaciador (3,59€ cada) ou então máscara (6,70€ quando não está em promoção).

Acerca da senhora que os faz e vende: um amor de pessoa. É encomendar nesta página. Também está no instagram: saponina_nature

Acerca do champô em si: Ao início é um pouco estranho, porque faz pouca espuma. Mas assim que te habituas, até perdes menos tempo no banho e tudo.
Um dos grandes dramas das minhas amigas é em relação ao cheiro do cabelo; ora então, o meu cheira a limão, mas não fica grande cheiro no cabelo. Mas o meu cabelo nunca ficou com o cheiro dos champôs (só aquele mesmo forte de maçã verde), portanto vai na volta e é só de mim.
Eu uso o de cabelos normais. Há para secos e oleosos. (eu comprei um de oleosos para experimentar que o meu cabelo no verão é muito nhé)

Para quem tem crianças: Há uma versão para bebé (o meu sobrinho usa esse).
E honestamente se perderem dois minutos a ler as embalagens dos champôs "para bebé" comuns... acho que nunca mais os vão querer por nos vossos filhos.  


Bom, Bonito, Barato. A melhor opção para o planeta (e para as pessoas!)
Qualquer dúvida eu esclareço se quiserem

E juro que não me pagam para dizer isto. Nem sou amiga da senhora. 
Mas coisas boas têm de ser partilhadas.

Bolachas jardineiras

Depois de uma tarde a tratar do jardim, a nossa vida importa menos.
José Tolentino Mendonça

Vi isto algures, apontei e agora já não sei de onde foi. Terá sido de outro blog? 

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Bolachas e para aí é que não !

Bolacha, a incentivar pessoas a NÃO fazerem erasmus em Bruxelas desde 2016.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Bolachas e os novos hábitos de leitura

O melhor do meu engate é que ele dorme até tarde e eu passo as manhãs a pôr a leitura em dia.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Bolachas nada zen II

Irrita-me mais quando se esquecem que têm coisas combinadas comigo.
Oh céus...

Bolachas nada zen

Coisas que os meus amigos fazem e que me irritam profundamente:
Aceitar planos comigo mas não dizer rigorosamente mais nada até à data e hora combinada.
Nada. Nicles. Zero. BOLA